Buscar
  • Plinio Tomaz

DICAS DE HIDROLOGIA E HIDRÁULICA - Dica 4: Método de Gumbel.

__________Tendo as precipitações máximas diárias anuais, podemos usar a teoria dos máximos de Gumbel para achar a precipitação máxima para determinado período de retorno.

__________O mesmo pode ser feito para dados fluviométricos de rios e córregos.

__________Uma curiosidade é que Gumbel cita no histórico do seu livro da teoria dos máximos, além de vários autores, também os ensaios de rompimentos de amostras de concreto feito pelo professor Rui Aguiar da Silva Leme em sua tese de 1954. Rui foi meu professor de Estatística e Economia. Escreveu um livro de Estatística no qual estudei na EPUSP. Foi também Presidente do Banco Central.

__________O famoso livro de Emil Julius Gumbel é Statistics of extremes publicado em 1958 que comprei na Amazon/Kindle. Ele foi professor na Universidade de Columbia em New York.

__________Cheguei a contar 48 fórmulas matemáticas que podem ser usadas em Hidrologia. Entretanto são usadas somente 15 no mundo e uma delas é o Método de Gumbel, que é recomendado para o Brasil. Nos Estados Unidos usa-se o Método Log-Pearson3 e também na China.

__________Para o Brasil onde os dados pluviométricos, por exemplo, não possuem mais de 60 anos e não são confiáveis, deve-se adotar o Método de Gumbel, conforme recomendação do prof. Dr. Zuffo.

__________Em livros alemães cheguei a ver dados confiáveis desde 1841.



Dica 4: para os estudos dos extremos em chuvas intensas e em rios usar o Método de Gumbel


#dicas #hidráulica #hidrologia #gumbel #PlínioTomaz

26 visualizações

Copyright by ® PLÍNIO TOMAZ

2020